Smed participa de 1º Encontro Estadual da Cipave-Seduc

Evento prioriza debater e definir novos caminhos para o combate à violência nas escolas

Representantes do Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave) da Secretaria Municipal da Educação (Smed) participaram do 1º Encontro Estadual das Coordenadorias Regionais da Educação e Assessorias da Cipave Estadual na última quarta-feira (15/05), no auditório Paulo Freire do Centro Administrativo Fernando Ferrari. O convite foi enviado pela Secretaria Estadual da Educação (Seduc).

A proposta do encontro era definir que, a partir de 2019, o combate à violência nas escolas seja trabalhado de forma preventiva, integrativa e estratégica com parceiros, em especial os órgãos de segurança, por meio de uma visão que venha consolidar e institucionalizar a Cultura da Paz e a Não Violência.

Neste ano, também houve uma novidade no Mapeamento Online, a plataforma de registro usada na Cipave-Smed e Seduc, que permite que as instituições de ensino acompanhem em tempo real seu desempenho, mensurando os índices de vulnerabilidades de sua comunidade escolar. A partir deste ano, as direções das escolas estaduais e municipais de Caxias do Sul terão acesso a um gráfico de desempenho, que mostrará o resultado das ações preventivas e ocorrências da escola, e disponibilizará tutoriais e assessoria com a Seduc.

Para o assessor e facilitador restaurativo, Délcio Cruz, o evento foi muito válido para a troca de informações e práticas entre o município e o estado. “Com muita satisfação participamos deste evento promovido pela coordenação da Cipave-Seduc, uma vez que a lei estadual foi baseada no programa da Cipave municipal de Caxias do Sul. Entendemos que o estreitamento de relações com o estado trará muitos benefícios a todos, em especial na efetivação do Mapeamento Online e na continuidade como referência em práticas preventivas e restaurativas na promoção da Cultura de Paz”, afirma.

Assessoria de Imprensa – Smed

Fotos: Divulgação

Município faz acordo para zerar lista de espera da Educação Infantil até 2024

O tratado foi estabelecido em audiência entre Smed, Juizado da Infância e Juventude e Ministério Público

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) fechou um acordo para o atendimento da demanda da Educação Infantil (zero a cinco anos) no município até 2024. O termo foi estabelecido em uma audiência com o Juizado Regional da Infância e Juventude (JIJ) e o Ministério Público (MP) nesta quarta-feira (15/05). A pauta da reunião foi a ação coletiva para vagas na Educação Infantil que tramita desde 2012.

Na audiência, que vai ao encontro dos esforços do atual governo em zerar o deficit de vagas para a Educação Infantil, ficou acordado que o município deverá destinar 1500 novas vagas ainda este ano, a fim de atender os processos em tramitação judicial, além de garantir, administrativamente, mil vagas por ano para as crianças nesta faixa etária até 2024. A criação destas vagas será por meio de novos credenciamentos e da construção de escolas (já em andamento nos bairros Desvio Rizzo, São Caetano e Nossa Senhora do Rosário). A próxima audiência está prevista para o dia 30 de outubro, quando a Smed deverá apresentar um relatório contendo a listagem nominal das crianças contempladas e daquelas que permanecem em lista de espera. “O município fez esse acordo com o MP e o Juizado por ter, entre as prioridades de governo, o atendimento da demanda manifesta da Educação Infantil. Temos como objetivo atender plenamente a lista de espera, que é histórica em nossa cidade”, destaca a secretária municipal da Educação, Marina Matiello.

Desde o início desta gestão, o número em lista de espera reduziu de sete mil (janeiro de 2017), para cerca de 3.500 crianças (atualmente). A titular da pasta afirma, ainda, que apesar de a Secretaria receber inscrições diariamente, somente em 2019 já foram feitas 3.170 matrículas para a Educação Infantil. “Graças à dedicação da nossa equipe, já conseguimos atender a obrigatoriedade de quatro e cinco anos, e faremos todos os esforços para atingirmos a meta de atendimento de toda Educação Infantil no município. Estamos resolvendo um problema que há, aproximadamente, uma década vem preocupando a população”, conclui.

Prefeitura lança edital para compra de 900 vagas

A Smed publicou edital para a compra de 900 vagas nas escolas de Educação Infantil da rede privada de Caxias do Sul nesta segunda-feira (13/05). As instituições de ensino interessadas têm até o dia 03 de junho para fazer o credenciamento. A partir do segundo semestre, quando as vagas estiverem disponíveis, as famílias das crianças em lista de espera serão contatadas individualmente para a efetivação da matrícula. Até lá, pais ou responsáveis que ainda não fizeram a inscrição, devem se dirigir à Secretaria da Educação (para crianças de zero a três anos) ou à Central de Matrículas (para crianças de quatro e cinco anos).

Do total, 500 vagas serão destinadas para crianças de zero a um ano e 11 meses; 350 vagas para dois a três anos e onze meses; e as outras 50 vagas para crianças entre quatro e cinco anos e onze meses. A maior parte das vagas compradas será parcial (70%) e o restante (30%), integral.

Assessoria de imprensa – Smed

 

Estudantes da Escola Municipal Guerino Zugno participam do Papo de Responsa

Objetivo da conversa é conscientizar estudantes sobre a prevenção à violência

Os estudantes da Escola Municipal Guerino Zugno participaram, no dia 8 de maio, do Papo de Responsa, um programa desenvolvido pela  Polícia Civil / DPCA – Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente – conduzido pelo Delegado Caio Brisolla Fernandes e sua equipe. A proposta é promover um diálogo descontraído sobre prevenção à violência e o papel do policial na sociedade com crianças e adolescentes.

Durante a conversa com os estudantes, os policiais falaram sobre a sua profissão, mostraram alguns utensílios de trabalho, falaram sobre causas e consequências do envolvimento com o crime do tráfico de drogas, focando na importância da ficha limpa e nos problemas ocasionados pela auto exposição na internet.

De acordo com Délcio Cruz Jr, a parceria entre Polícia Civil/DPCA e a Smed é de extrema importância. “Essa parceria terá continuidade em novas ações voltadas aos estudantes da Rede Municipal de Ensino no decorrer do ano letivo”

As outras cinco escolas que oferecem a modalidade EJA também serão contempladas com o Papo de Responsa a partir do mês de junho.

Assessoria de Imprensa – Smed

Fotos: Divulgação