Escolas do Município participam de programa de estímulo à pesquisa

Projeto “A União Faz a Vida” trabalha metodologia de expedição investigativa

Desde o último ano, a Secretaria Municipal da Educação (Smed) participa do programa “A União Faz a Vida”, uma iniciativa da Sicredi Pioneira RS em parceria com as secretarias de Educação do Rio Grande do Sul. Em 2019, as escolas municipais Ruben Bento Alves, localizada no bairro Santa Fé, e Cidade Nova, no bairro Cidade Nova, foram contempladas com o projeto. Os estudantes de todas as séries deverão abordar algum assunto específico, de interesse comum, em um trabalho de pesquisa junto aos professores de referência no decorrer do ano letivo.

No ano letivo de 2018, as escolas Santa Lúcia, no distrito de Santa Lúcia do Piaí, e Sete de Setembro, localizada no bairro São Luiz da 6a Légua, participaram da iniciativa. O projeto é desenvolvido por meio de uma metodologia chamada de expedição investigativa, que equilibra a intenção pedagógica do professor com o interesse dos alunos.

No início do primeiro semestre, cada escola participante deve eleger um professor multiplicador. Além das atividades em sala de aula, o programa prevê uma agenda de atividades envolvendo coordenadores pedagógicos e professores. O próximo encontro, que ocorre no dia 26 de fevereiro, é destinado à formação da plataforma de projetos para os coordenadores. Para 2020, a Smed pretende indicar oito escolas, escolhidas a partir de critérios de vulnerabilidade social, obstáculos no processo ensino/aprendizado, entre outros.

Para Priscila Martta, assessora pedagógica da pasta, é importante que o ambiente escolar possibilite que os estudantes enxerguem o território onde residem de forma que possam ressignificá-lo, percebendo as características positivas do local e ampliando as possibilidades de intervenção. “Atrelando os ensinamentos à realidade do estudante, é possível estimular a construir conhecimento. A metodologia de expedição investigativa possibilita isso”, aponta.

O programa

A iniciativa do Sicredi Pioneira RS foi idealizada em 2000, com o principal objetivo de oportunizar aos professores um suporte pedagógico e, aos alunos, a construção e a vivência da cooperação e da cidadania. Para desenvolver a metodologia de projetos por expedição investigativa, as escolas recebem o auxílio dos assessores pedagógicos do programa através de formações. Atualmente, 122 escolas de 18 municípios do Rio Grande do Sul participam do projeto.

Assessoria de Imprensa – Smed