Estudantes da Escola Helen Keller participam da 1ª etapa do Programa Diversidade

Os jovens tiveram momento de integração com os futuros monitores e foram designados para as lojas

Com o objetivo de promover cada vez mais a inclusão e integração dos estudantes, a Secretaria Municipal da Educação, em parceria com o Grupo Herval, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e a Escola Especial Municipal Helen Keller organizaram, no final do primeiro semestre do ano, o Programa Diversidade do Grupo Herval, em que o foco seria ensinar aos estudantes, através de módulos teóricos e práticos, competências para atuação em áreas administrativas.

Em agosto, seis estudantes foram escolhidos para participarem do projeto e tiveram início às aulas no Senac. No dia 25 de outubro, aconteceu a primeira etapa prática dos aprendizes junto aos gestores do Grupo Herval e aos seus monitores, que são funcionários das lojas em que os alunos trabalharão e farão o acompanhamento de perto. Neste dia, os monitores participaram de workshops com orientações para a comunicação em libras e os seis jovens foram designados para as lojas taQi, IPlace e LF Máquinas e Ferramentas, onde permanecerão até outubro do próximo ano.

“Desde o dia dessa primeira etapa, temos o objetivo de mostrar aos alunos que estamos juntos nesse projeto, queremos fortalecer o processo de inclusão desses jovens e é por isso que o Programa Diversidade foi criado”, afirma Cristiane Lauer, analista de Serviço Social do Grupo Herval. Além da oportunidade de desenvolver habilidades de administração e experiência profissional, os estudantes receberão bolsa auxílio, 13º salário, férias pagas, INSS, FGTS e acesso aos demais benefícios oferecidos pela empresa na qual atuarão, sem perda do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Assessoria de Imprensa – Smed

Foto: Divulgação Escola