Projeto promove apresentações artísticas mensais aos estudantes da Escola Sete de Setembro

Nesta quinta-feira (18/10), estudantes conheceram a banda marcial da Escola Engenheiro Mansueto Serafini

Os estudantes da Escola Municipal Sete de Setembro, em São Luiz da Sexta Légua, tiveram a oportunidade de participar de uma manhã diferente e cheia de música nesta quinta-feira (18/10). O professor de artes da instituição, Rodrigo Fagundes de Cristo, realiza um projeto que leva artistas locais à escola mensalmente. Para outubro, os convidados foram os estudantes integrantes da banda escolar da Escola Municipal Engenheiro Mansueto Serafini.

A ação começou em 2014 e, desde então, Fagundes traz novas atrações. “É uma iniciativa para tentar aproximar a música e a arte dos alunos”, explica. Desde agosto, os estudantes já puderam prestigiar os músicos Chiquinho Divilas e Rodrigo Fabro. Conforme a vice-diretora, Camila Terres, a escola sempre está aberta para esses projetos. “Apoiamos os professores que têm essas ideias, ainda mais uma cultura como a música, que é importante e os estudantes conhecem em tão poucos segmentos. Trazer isso como algo próximo deles é muito valioso”, afirma.

Após as apresentações, o professor pede para os estudantes refletirem sobre os espetáculos através de debates entre a turma ou produções escritas, incentivando também que eles realizem suas próprias criações. “Minhas aulas trabalham a motivação. Independentemente da arte, todos meus alunos são convidados e incentivados à criação. Assim, conseguimos trabalhar os conceitos de cidadania, pois o estudante escolhe qual caminho da arte vai seguir e também a teoria, por meio de pesquisas teóricas que eles fazem para contar a história da arte”, completa.

Assessoria de Imprensa – Smed

Fotos: Carolina Canton

Cipave da Smed realiza formação para professores e estudantes da rede

Palestras debateram questões de prevenção à violência escolar e cyberbullying

O setor de Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave) da Secretaria Municipal da Educação (Smed) organizou uma formação para professores e estudantes da rede municipal, no dia 11 de outubro. O objetivo principal era debater temas como prevenção à violência escolar e cyberbullying. Foram convidados para palestrar membros da Guarda Municipal e Paulo Moratelli, psicólogo e delegado internacional da sociedade científica de Justiça Restaurativa para o Brasil.

Foram convidados um professor de referência da Cipave e um estudante de cada instituição. Ronaldo Godoy, gerente do centro de ações preventivas da Guarda Municipal, afirma que debater o tema da prevenção à violência escolar é essencial para o desenvolvimento dos estudantes. “Momentos como este são muito importantes, pois qualificam as equipes das Cipaves e tornam os encaminhamentos mais ágeis e corretos. Através da prevenção é possível diminuir os índices de violência e preparar os jovens para que possam assumir seu papel na sociedade de maneira mais responsável, usufruindo do direito à cidadania no sentido mais amplo, abrangendo direitos e deveres”, completa.

Para Moratelli, o objetivo principal de sua palestra era provocar uma reflexão sobre a importância das pessoas serem ouvidas e vistas e como cada relação influencia em questões de autoestima, respeito e empatia pelo próximo. “Meu intuito era mostrar para o público o quanto é importante a gente escutar e de verdade entender o que os jovens estão sentindo e pensando sobre si e sobre o mundo”, afirma.  

Assessoria de Imprensa – Smed

Fotos: Carolina Canton 

Smed recebe visita assessorada para desenvolvimento do Programa Nacional de Alimentação Escolar

Encontro também contou com participação de profissionais de municípios vizinhos

O setor de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal da Educação (Smed) recebeu, nesta quarta-feira (17/10), uma visita da assessoria do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O encontro reuniu atores envolvidos na execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A visita contou com a participação de profissionais de municípios próximos envolvidos no PNAE. O objetivo foi apoiar tecnicamente a execução do projeto por meio de reuniões com a Smed, nutricionistas, conselheiros de alimentação escolar, agricultores familiares e demais envolvidos no assunto.

O encontro começou na parte da manhã e estendeu-se até o final da tarde. A programação consistiu em apresentação dos participantes, estudos dirigidos sobre o PNAE, uma atividade em grupo sobre agricultura familiar e estudo de casos sobre alimentação no ambiente escolar.

CECANE

O Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE) é um projeto que visa ao desenvolvimento de ações de apoio técnico de ensino, pesquisa e extensão para a melhoria da execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). É desenvolvido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) em parceria com as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

Assessoria de Imprensa – Smed

 
 
Fotos: Carolina Canton