Núcleo de Tecnologia da Smed realiza cursos especializados para os professores da rede

O Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal (NTM), do setor pedagógico da Secretaria Municipal da Educação (Smed), começou o ano oferecendo três cursos voltados para os professores da Rede Municipal de Ensino. As capacitações, sempre com duas turmas, fazem parte da Formação Continuada da Smed e têm o objetivo de auxiliar os servidores a explorar ferramentas de informática em sala de aula.
 
O primeiro curso foi uma formação mais direcionada para os professores que estão começando a atuar com Tecnomídias e Laboratório de Informática Educativa, com orientações básicas e pedagógicas. Nele, foram trabalhadas técnicas para destacar a importância e o potencial das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) no ensino e na aprendizagem, debater formas de organizar a rotina de trabalho, além de explorar alguns recursos disponíveis na ferramenta, visando estratégias pedagógicas.
 
O segundo treinamento tratou da ferramenta LibreOffice na educação, com o propósito de explorar os principais recursos do programa, como editor de texto, planilha eletrônica e apresentação de slides, todos do pacote disponível nas escolas para os professores da RME. O curso começou na última terça-feira (27/03) e continua semanalmente até o dia oito de maio.
 
O último curso de formação foi o Maker Lab, uma oficina de animação digital, aberto para todos os professores, com o objetivo de explorar as principais ferramentas de animação disponíveis nos Laboratórios de Informática Educativa das escolas.
 
As capacitações reuniram mais de 60 professoras da rede e foram realizadas na sala do NTM, localizada no primeiro andar da Smed.
 
Assessoria de Imprensa – Smed
 
 
 
Fotos: Sintian Schmidt

Escola Professora Ester Benvenutti reúne 500 participantes em rústica no fim de semana

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Ester Justina Troian Benvenutti organizou uma rústica no último sábado (24/03) e reuniu cerca de 500 pessoas da comunidade escolar. Os 320 inscritos para a corrida estavam divididos nas categorias escolar e paraescolar, a partir dos oito anos de idade. Além dos estudantes, pais e professores, o evento contou com a participação de ex-professores, ex-alunos da Escola, apoiadores, representantes das instituições parceiras e comunidade em geral.

Para cada categoria foi designada uma distância específica, sendo até 500 metros para Mirim, Infantil e Juvenil PCD´s, 800 metros para Mini (oito a 10 anos), 1.500 metros para Mirim (11 e 12 anos), 2.500 metros para Infantil e Juvenil (13 a 17 anos) e 3.000 metros para a categoria Adulta.

A estrutura da rústica contou com uma ambulância e dois carros de apoio, além do suporte da Secretaria de Trânsito, Transportes e Mobilidade e de professores ao longo do percurso. Uma mesa com frutas e água foi mantida dentro da escola à disposição dos participantes, além de um posto de hidratação no trajeto.

Para a professora Fernanda Bertoldo, umas das organizadoras, a escola cumpre com seu papel de aproximar as famílias e criar um sentimento de pertencimento em toda comunidade. “Além disso, estimulamos a prática esportiva, o que achamos importante para o desenvolvimento de nossos estudantes”, conta. Ela ainda ressalta que a aceitação foi positiva. “Recebemos e ouvimos muitos comentários positivos, sobretudo com relação ao ineditismo da ação, organização e suporte oferecido”, salienta.

Todos os corredores foram reconhecidos com uma medalha de participação. Os primeiros colocados foram premiados com troféu; os segundos e terceiros, com medalhas de prata e bronze, respectivamente. Ao longo do evento, foram sorteados brindes entre os participantes.

Assessoria de Imprensa – Smed

Fotos: Divulgação Escola Ester Benvenutti

Secretaria da Educação amplia diálogo com entidades para debater questões de zoneamento escolar

Diante da necessidade de qualificar o acesso dos estudantes da Rede Municipal de Ensino (RME) às escolas, a Secretaria Municipal da Educação (Smed) vem revisando, desde dezembro de 2017, os zoneamentos escolares de Caxias do Sul. Nesta semana, uma reunião foi realizada na Smed com representantes do Ministério Público, Conselho Tutelar, 4a Coordenadoria Regional de Educação (4a CRE), Conselho Municipal da Educação e Secretaria Estadual da Educação.

O encontro teve o objetivo de avançar no debate sobre a falta de vagas em escolas próximas às famílias. A comissão foi formada com o propósito de analisar questões referentes aos zoneamentos usados pela prefeitura na acomodação dos estudantes, como distância, escolas onde faltam e sobram vagas no município, disponibilidade de transporte, entre outras.

Diante do que foi discutido na reunião, os representantes chegaram à conclusão de que se faz necessária uma decisão conjunta entre todos os órgãos gestores da educação. Algumas das soluções levantadas durante o debate foram uma parceria com a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) para ampliar os trajetos das linhas de ônibus e estudo da possibilidade de oferecer mais opções de escolas dentro dos zoneamentos das famílias

Essas propostas serão, agora, encaminhadas à Secretaria Estadual da Educação (Seduc), que dará um parecer sobre a possibilidade de adesão às mudanças.

Assessoria de Imprensa – Smed

Foto: Carolina Canton